Nosso Endereço

Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil do Estado do Pará

Trav.: Pirajá, nº 2008 - CEP.: 66095-632-Bairro: Marco

Entre: Almirante Barroso e João Paulo II

 

Horário: 8h às 12h das 14h às 18h - Segunda a sexta


Contatos: (91) 2121-0597 2121-0604

E-mail: hti.sindpol.pa@gmail.com

© 2016 Sindpol - Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado do Pará.

                           

Em duas semanas, Polícia Civil do Pará apreende três toneladas de cocaína, prende assaltante de banco e líder de facção criminosa

18/02/2020

 

 

Fevereiro de 2020 foi de intenso trabalho para os Policiais Civis do Pará, e ainda estamos na metade do mês.

No início de fevereiro foi concluído o inquérito sobre a suposta “maníaca da seringa”, que teria realizado sete tentativas de sequestros de crianças em Belém e Região Metropolitana. A suposta ação dos sequestradores levou a Polícia a elaborar um retrato falado da possível criminosa.

Após intensa apuração, os policiais concluíram que os fatos não aconteceram.

Na sequência desta investigação, outro grupo de policiais prendia Alex da Silva Lima, vulgo Leleco, um dos acusados de envolvimento no assalto a uma agência bancária em Ipixuna, ocorrido em 30 de janeiro.

Em depoimento, Alex Lima confessou a participação no crime. Segundo a polícia, o bando se preparava para cometer outro assalto.

Com as investigações, a equipe de inteligência da Polícia Civil concluiu que o bando teve participação em outros crimes “na modalidade vapor” (crime em que assaltantes sitiam as cidades para assaltar bancos com uso de material explosivo, arma de fogo e captura de reféns), ocorridos no interior do Pará, como em Nova Ipixuna, Mãe do Rio, Bujaru e Acará.

Alex Lima já tem passagem pela polícia por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Enquanto isto, uma guarnição estava em Ananindeua, em pleno domingo (09), realizando a apreensão de uma tonelada de cocaína.

Uma semana depois, dia 16, na cidade de Mosqueiro, distrito de Belém, mais uma tonelada de droga foi apreendida pelos Policiais Civis.

Foram apreendidos aproximadamente uma tonelada da droga que estava escondida em uma chácara da comunidade Estrada de Pneu Azul, zona rural a cerca de 20 km da sede de Mosqueiro, distrito de Belém. Segundo a polícia, a droga apreendida está avaliada em torno de R$ 20 milhões. Além do entorpecente, foram apreendidos uma embarcação, um automóvel e vários celulares.

Após contagem, constatou-se que o total apreendido foi de duas toneladas de cocaína, durante a Operação Narcos II.

E em uma ação conjunta das polícias civis do Estado do Pará e do Piauí, na madrugada desta segunda-feira (17), foi preso Edvan da Conceição Rodrigues, conhecido como “Codó”. A prisão do acusado ocorreu no estabelecimento “Teresina Hall”, em uma festa denominada "Bloquinho da Kalor" momento em que saía de um bloco de Carnaval, na zona Leste de Teresina, no Piauí.

“Codó” é um dos principais líderes, em atuação, de uma facção criminosa que atua na Região do Lago de Tucuruí. Contra ele havia vários mandados de prisões pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e homicídios. O acusado vinha sendo monitorado por policiais civis do Pará, há mais de um ano, e, mesmo à distância, ele continuava comandando o tráfico de drogas na Região do Lago de Tucuruí, especialmente na cidade de Breu Branco.

Diante de todo empenho e realizações pela segurança da sociedade, a Fepolnorte parabeniza os Policiais Civis do Pará, pelo nobre trabalho desempenhado.

 

Assessoria Fepolnorte

 

 

Please reload

Notícias em Destaque

Certidão da comissão eleitoral para diretoria executiva e conselho fiscal do Sindpol/PA para o pleito 2018 e triênio 2019/2021.

23.8.2018

1/10
Please reload

Notícias Recentes 

25/03/2020

Please reload